Início » Fotografia

Bean Bag, em vez de tripé

bean bag

A imagem anterior apresenta um Bean Bag. O que é isso? para que serve? é caro? posso fazer eu um?

Bean Bag é…

…um saco, cheio com algum material moldável, que serve, para os efeitos que aqui nos interessam, serve para apoiar e estabilizar a máquina fotográfica: coloca-se o saco num muro, na porta do carro, numa pedra,… no chão — e a máquina, em cima do saco. Nessas funções substitui o tripé nas ocasiões em que por qualquer razão não o temos connosco e precisamos de controlar a estabilidade da máquina, orientando-a numa determinada direção. Nalgumas circunstâncias, substitui o tripé com vantagens: por exemplo e como refiro neste texto, quando queremos aproximar a máquina do solo, a uma distância a que não chegamos com o tripé.

bean bag

Pode comprar-se…

…e a preços razoáveis. Por exemplo, no Ebay: aqui, por exemplo (como não tenho comissão na venda, aconselho a pesquisa de modelos e preços diferentes).

…Ou pode fazer o seu.

Precisará de tecido (resistente), linha e agulha (ou máquina de costura) e o material de preenchimento.

Não faltam na Internet tutoriais que ensinam como o fazer
(na página da web de onde foi copiada a primeira imagem deste texto encontra um, com imagens de um processo “muito caseiro”. Tem aqui outro, em português).
No essencial, trata-se de…

  • Cortar dois pedaços de tecido iguais. Interessa que seja resistente. Pode ser de umas calças velhas. Se gostar mais do couro…
    Com que medidas? as necessárias para acomodar a máquina com a objetiva. Valores de referência: cerca de 20 cm por 20 cm? há quem prefira 30×20…
  • Coser um ao outro os dois pedaços de tecido: três lados e metade do quarto (não totalmente, para poder introduzir o recheio). Atenção, a que entre os pontos não possa escapar-se o material com que vai encher o saco.
  • Se coseu do avesso (para as costuras ficarem ocultas), vire a bolsa ao contrário, pegando-a como se fosse uma luva.

bean bag

[foto copiada daqui]

  • Rechear o saco.
    Com quê? Escolha! Com feijões (ben bag é, literalmente, um saco de feijões. 😉 ); arroz; lentilhas; grão de bico;… ou material sintético cortado em pequenos pedaços (aqui sugerem-se os “esparguetes” esponjosos usados nas piscinas). Pense num material que não seja pesado e que não liberte pó (como é o caso do arroz?), que irá parar dentro da máquina, que é um sorvedouro de poeiras,… Há quem use bolas de gel de sílica, que, além do mais, absorve a humidade (embora se refiram às vezes alguns perigos por contacto ou inalação). Ou de poliestireno expandido (tentei aquelas pequenas bolinhas de esferovite que se usam para diversos enchimentos e desisti, pelo fino pó que libertam).
    Tenha em atenção que não deve encher totalmente o saco (não o deixe duro, para melhorar a adaptação às superfícies onde o pousará), mas também não deve ficar com muitos espaços vazios (excessivamente mole). Deve ser o mais estável e leve possível.
  • Feche o saco. Ou amarrando a ponta com uma fita; ou unindo os panos com um fecho, velcro ou botões (veja se o recheio se não escapa…).

Notas finais:

  • Ponha a hipótese de levar consigo apenas a bolsa vazia e enchê-la (com pequenas pedras, areia,…) no sítio onde vai fotografar. Se viaja de avião, compre o arroz no país de destino, poupando no pesa da mala…
  • Aqui apresenta-se um outro modo de fazer. O produto final não é esteticamente tão interessante, mas é mais “fácil”, sobretudo para quem… não se vê a coser.
  • Tem aqui sugestões de utilizações diversas de um bean bag (que é vendido por algo mais de 25 euros), desde saco de transporte até substituto do tripé.
  • The Pod oferece vários tipos de Bean Bags com um desenho cuidado.

Tags:

Um Comentário »

Deixe um comentário!

Escreva o seu comentário a seguir, ou o trackback do seu próprio sítio da Web.

Respeite a netiqueta e o assunto em discussão. Ativámos a moderação de comentários para filtrar o spam; por isso, o seu comentário pode levar algum tempo a ser publicado.

Pode usar estas etiquetas:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blogue utiliza Gravatars. Se ainda não tem um, crie-o em Gravatar.