Início » Ensino-Educação, Tecnologia

DROPBOX: as suas potencialidades

Drop… quê?! O que é a Dropbox?

Se, ao ler o título do presente texto, a sua reação foi no género destas exclamações/perguntas, provavelmente este artigo terá interesse para si. Nele procurarei explicar o que é a Dropbox e as utilizações básicas que ela permite.

O que é a Dropbox?

É difícil que o leitor não tenha um disco externo ou uma pendrive onde guarda alguns dos seus ficheiros. A Dropbox é um disco desse género, com a diferença de que está… num computador distante, algures… na Internet

(isto é dito de uma forma simplificada. Na verdade, é possível “ter uma Dropbox” no seu computador; mas este assunto fica para depois).

Para esse disco (para a Dropbox) pode transferir os seus ficheiros, guardá-los lá, transferi-los de lá, partilhá-los com os seus amigos… A grande vantagem da Dropbox é que tem acesso a esses ficheiros em qualquer sítio onde tenha uma ligação à Internet

[e inconvenientes… não há? Há, mas deixemo-los para depois].


Vá pensando nisto:

Os seus alunos ainda lhe entregam os trabalhos impressos em papel? Ponha a hipótese de lhos fazerem chegar através da Dropbox.


Vamos, então criar uma Dropbox?

O que vamos fazer (e será uma única vez) é isto: criar no sítio da Dropbox um espaço, para guardar os nossos ficheiros.

  • Vá ao sítio da Web da Dropbox.
  • Clique no botão Registe-se e escreva os dados solicitados: nome e apelido, email e uma senha (à sua escolha); assinale a caixa de concordância com os termos da Dropbox e clique no botão Registe-se… e já está!
  • Na janela seguinte, são-lhe apresentados vários planos. Escolheremos o básico: é grátis e tem 2GB de espaço (suficiente para as necessidades “normais”). Clicando em Continuar, inicia a transferência do ficheiro de instalação da Dropbox no seu computador (Windows) — deixarei esse assunto para outra ocasião.
Dropbox

Imagem 1

 

Use a Dropbox

  • Sempre que quiser aceder à sua Dropbox (para carregar ficheiros, para os descarregar, para…), vá até ao sítio da Web respetivo; se não entrar automaticamente, escreva o email e a senha acima referidos e clique em Acessar conta.
Dropbox-menu

Imagem 2

  • Para enviar um ficheiro para a Dropbox…
    • repare num conjunto de ícones, no canto superior direito (ver anterior imagem 2);
    • clique no primeiro da esquerda (se colocar o ponteiro do rato sobre ele sem lhe tocar, aparecerá a legenda Enviar…);
    • clique depois em Selecionar arquivos; escolha o(s) arquivo(s) a enviar e clique em Abrir
  • …e já lá está! Clicando no nome do ficheiro, com o botão esquerdo do rato, abre-se um menu com várias operações possíveis sobre esse ficheiro. Por exemplo, transferi-lo para o computador (opção baixar).
  • Partilhe ficheiro(s) com os seus amigos. Há ficheiros que não podem ser enviados por correio eletrónico (designadamente, devido ao seu tamanho); envie-os através da Dropbox (na realidade, não envia o ficheiro, mas um link para o seu amigo o descarregar).
    • Vamos supor que é o ficheiro que enviou antes. Coloque o ponteiro do rato na linha desse ficheiro. Na extremidade direita, aparecerá a caixa Compartilhar: clique nela;
    • a janela seguinte mostrará o Link para arquivo: é ele que permitirá descarregar o ficheiro:
      • pode enviá-lo escrevendo o email do destinatário e clicando em Enviar; ou
      • clicando com o botão direito do rato no link e selecionando Copiar; depois, cole-o no meio que utilizar para envio (por mail, por mensagem do Facebook, etc.);
      • com esse link, repito, o destinatário pode descarregar o ficheiro.
  • Para uma maior organização (e não só), é útil criar pastas. Como exercício, criaremos uma para… a turma do 12º A:
    • clique no segundo ícone da esquerda (ver a anterior imagem 2);
    • escreva o nome da pasta e pressione a tecla Enter. Já está!… 😉
    • envie ficheiros para essa pasta: abra-a, dando um clique no nome dela; siga o processo, acima descrito, para enviar ficheiro(s).
    • Tal como acontece com os ficheiros, pode partilhar pastas: clique no nome da pasta com o botão direito do rato e escolha Compartilhar.
    • Uma pasta partilhada pode utilizar-se para trabalhar de forma colaborativa:
      • entre os alunos e o professor, que aí poderá colocar documentos de referência, como sumários ou textos de apoio, que ficarão acessíveis aos alunos;
      • entre os alunos, que aí poderão guardar os seus trabalhos, que ficarão automaticamente acessíveis aos colegas e ao professor;
      • entre os professores (de uma mesma disciplina, por exemplo), que aí poderão guardar documentos como planificações.
  • É fácil mover ficheiros de uma pasta para outra. Como exercício, mova o ficheiro que enviou antes (e ficou na página de entrada da Dropbox) para a pasta que criou há pouco:
    • vá para a pasta onde está o ficheiro (no caso, é a de entrada: clica em Arquivos, no menu lateral esquerdo);
    • clique com o botão direito do rato no nome do ficheiro; escolha a opção Transferir;
    • selecione a pasta para onde vai ser feita a transferência e clique em Transferir.

*****

  • A Dropbox tem aplicação para vários sistemas operativos: para o computador (que cria uma pasta no disco do mesmo), para tabletes e smartphones,…; assim, os vários equipamentos terão os ficheiros sincronizados.
  • Repito: os seus alunos ainda lhe entregam os trabalhos impressos em papel? Ponha a hipótese de lhos fazerem chegar através da Dropbox.
  • Voltemos ao assunto: há inconvenientes na Dropbox. A segurança, por exemplo: qualquer ficheiro armazenado na Internet pode, com mais ou menos dificuldade, ser acedido por estranhos. Há modos de reforçar a segurança; apesar disso, pessoalmente, não aconselho guardar aí ficheiros “íntimos”, com conteúdo “sensível” — esta é a minha opinião, mas há outras diferentes.
  • Como já aqui expliquei, é possível descarregar ficheiros da Web para a Dropbox.
  • Há alternativas à Dropbox. Um dia destes, referi-las-ei…
  • E o leitor… o que acha deste texto? ficou algo importante por referir? E o que pensa da Dropbox? prefere outro “disco virtual”?

Tags:

3 Comentários »

  • Sérgio Lagoa diz:

    Prefiro o Google Drive. Apesar dos inconvenientes, que também existem, trabalhar dentro do universo google é muito simples — e sei bem que a dropbox tem funcionalidades ou aplicações semelhantes. Mas como uso o Gmail, acabo por utilizar todas as funções: cada email é automaticamente convertido em “Tarefa” OU “Evento” no “Calendário”; eventos e tarefas são automaticamente exportados para o Any.do , que utilizo no telemóvel e me permite saber quais são as tarefas do dia, com lembrete ao início da manhã; os ficheiros recebidos por email são enviados para o GDrive, sendo acessíveis online através de pc, tablet ou smartphone. E são 15 Gb, sem necessidade de solicitar adesões nem instalações. Como uso duas contas Google, é fazer as contas…
    Abandonei a Dropbox há algum tempo (2/3 anos), pois na altura tinha uma funcionalidade péssima (não sei se terá sido resolvida): sempre que algum dos utilizadores de uma pasta partilhada retirasse um ficheiro, esse ficheiro desaparecia para todos os utilizadores. O GDrive permite resolver esse problema ao atribuir a cada utilizador um estatuto diferente . administrador / proprietário ou editor. A DropBox já resolveu esse problema?

  • Isabel diz:

    Quais são as vantagens e as diferenças da dropbox em relação à drive do google? uso bastante a drive. Guardo lá todas as fotos e outros documentos. Até os testes e fichas faço na drive. Já não uso pens há vários anos.
    Cumprimentos.
    Isabel

    • Sérgio Lagoa diz:

      Para mim, que uso a GDrive, as vantagens são essencialmente três:
      1. A GDrive tem por definição 15 Gb contra apenas 2 Gb da DropBox;
      2. A GDrive está integrada no universo Google, pelo que um email com um anexo importante (documento, foto, …) pode ser imediatamente adicionado à GDrive;
      3. Se os docs da GDrive forem partilhados, existe um “proprietário” que faz a partilha e define as condições de acesso dos utilizadores com quem faz a partilha. Mesmo que um dos outros utilizadores elimine o ficheiro da *sua* GDrive, o ficheiro continua a existir na GDrive dos restantes utilizadores. Ora, tanto quanto eu saiba isto não ocorre na DropBox (ou era assim há 2/3 anos….). Na DropBox, sempr que um utilizador elimina um ficheiro, ele deixa de existir na DropBox de TODOS os utilizadores com os quais era partilhado.

Deixe um comentário!

Escreva o seu comentário a seguir, ou o trackback do seu próprio sítio da Web.

Respeite a netiqueta e o assunto em discussão. Ativámos a moderação de comentários para filtrar o spam; por isso, o seu comentário pode levar algum tempo a ser publicado.

Pode usar estas etiquetas:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blogue utiliza Gravatars. Se ainda não tem um, crie-o em Gravatar.