Início » 10º ano, 11º ano, Filosofia, Lógica

ECOS: 16. a verdade e o castigo

Enviado por |

Ouve-se dizer, com frequência, que quem diz a verdade não merece castigo.

Marcel AchardNa peça Patate, do dramaturgo francês Marcel Achard (1899-1974), uma das personagens (Rollo) faz notar a outra (Edith) que a sua franqueza é… pesada (Tu es d’une franchise assommante !). O diálogo continua assim:

Edith: Preferirias que eu não dissesse o que penso?
Rollo: Preferiria que não pensasses o que dizes!

E o leitor… o que é que pensa?

(Especialmente para os estudantes de filosofia) “O diálogo transcrito de Patate mostra que o raciocínio implícito no ‘ditado’ ‘quem diz a verdade não merece castigo’ pode ser falacioso — falácia do falso dilema“.
Concorda? Justifique.

Tags:

Deixe um comentário!

Escreva o seu comentário a seguir, ou o trackback do seu próprio sítio da Web.

Respeite a netiqueta e o assunto em discussão. Ativámos a moderação de comentários para filtrar o spam; por isso, o seu comentário pode levar algum tempo a ser publicado.

Pode usar estas etiquetas:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blogue utiliza Gravatars. Se ainda não tem um, crie-o em Gravatar.