Início » 11º ano, Filosofia, Teoria do conhecimento

HUME, David

(7 de maio de 1711 – 25 de agosto de 1776)

Filósofo escocês, crítico do racionalismo (tal como o tinha entendido, por exemplo, Descartes) e notável representante do empirismo (tal como John Locke). O seu pensamento gira em torno

  • da crítica à metafísica: quem nos garante que conhecemos efetivamente a ordem da Natureza, que afirmamos conhecer? (temos a tendência para tomar a imagem que fazemos das coisas pelas próprias coisas);
  • da crítica à causalidade: normalmente a relação causa-efeito — o fogo e o calor, por exemplo — como uma ligação necessária; na verdade, o pretenso conhecimento por inferência causal não é senão suposição, crença — a partir da observação, no passado, de uma sucessão de factos (a sucessão fogo-calor, por ex.);
  • de uma nova definição do conhecimento [ver texto Alguns modelos explicativos do conhecimento, a publicar(*)]

||| Hume e as mulheres

||| O empirismo de Hume

||| A causalidade segundo Hume

||| Hume, o grande cético

(*) quer receber as novidades no seu correio? assine-as, na coluna lateral direita.

[artigo em redação]

Tags:

Um Comentário »

Deixe um comentário!

Escreva o seu comentário a seguir, ou o trackback do seu próprio sítio da Web.

Respeite a netiqueta e o assunto em discussão. Ativámos a moderação de comentários para filtrar o spam; por isso, o seu comentário pode levar algum tempo a ser publicado.

Pode usar estas etiquetas:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blogue utiliza Gravatars. Se ainda não tem um, crie-o em Gravatar.