Início » Música, Teatro

WEILL, Kurt

Enviado por |

Kurt Weill

Compositor americano de origem alemã e uma das vozes mais mordazes da música alemã entre as duas guerras, Kurt Weill nasceu a 2 de março de 1900 e morreu a 3 de abril de 1950.

Adquiriu fama internacional graças a A ópera dos três vinténs (1928); criada em colaboração com o poeta Bertolt Brecht, é uma versão revista e atualizada da Ópera do Mendigo de John Gay. Na sua maioria, são melodias ao estilo musical do cabaré berlinense — duro, amargo e jazzístico. Uma crítica feroz ao capitalismo, retrata um mundo de mendigos, prostitutas, ladrões e funcionários corruptos.

A música de Weill une a tradição popular e os ritmos do jazz com as canções populares berlinenses. A sua colaboração com Bertolt Brecht revolucionou o teatro musical, criando uma forma sofisticada de teatro político, que satirizava a vida contemporânea e incorporava a música popular.

Quando Hitler sobe ao poder em 1933, todas as suas obras foram proibidas na Alemanha por decreto oficial do regime nazi. Avisado do risco que corria a sua própria segurança pessoal, partiu primeiro para Paris (onde se juntaria novamente a Brecht) e depois para Londres, para chegar finalmente, em 1935, a Nova Iorque. Aqui passa a trabalhar para a Broadway, em diversos musicais. Nunca mais voltou a pisar solo alemão.

*****

||| Mack The Knife é uma das canções mais populares de Weill e foi composta para A ópera dos três vinténs. Na interpretação de Ella Fitzgerald, soa assim:

Chico Buarque adaptaria o tema, na sua Ópera do malandro (1979), resultando a canção O malandro:

||| Brevemente, O Meu Baú publicará o texto Kurt Weill e a música ligeira.

Tags:

Deixe um comentário!

Escreva o seu comentário a seguir, ou o trackback do seu próprio sítio da Web.

Respeite a netiqueta e o assunto em discussão. Ativámos a moderação de comentários para filtrar o spam; por isso, o seu comentário pode levar algum tempo a ser publicado.

Pode usar estas etiquetas:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Este blogue utiliza Gravatars. Se ainda não tem um, crie-o em Gravatar.